RIBAMEIRA AMBICIONA PÓDIO NO NACIONAL DE FIGURAS OBRIGATÓRIAS

PATINAGEM ARTÍSTICA




A patinadora ribameira, Leonor Fernandes, de 17 anos, ambiciona “chegar ao pódio do campeonato nacional” de figuras obrigatórias, no escalão de juniores femininos.

Após se ter sagrado campeã distrital júnior nessa disciplina, no passado dia 25 de Abril, no Pavilhão Gimnodesportivo Professor Leandro F. Fernandes, na vila de Ribamar, a atleta do Centro Social e Cultural de Ribamar (CSC Ribamar) confessa-se “ansiosa” e “otimista” numa boa prestação no próximo dia 10 de junho, em Porto Salvo (Oeiras).

“Estou muito ansiosa pela minha participação no nacional”, começa por dizer Leonor Fernandes, à revista “Amor à Camisola”, acrescentando: “Vou dar o meu melhor com o objetivo de chegar ao pódio. Sei que as minhas adversárias são fortes, mas estou esperançosa na obtenção dum bom resultado”.

Por outro lado, a atleta treinada, desde os cinco anos, por Patrícia Cardoso, recorda o momento especial que viveu no passado Dia da Liberdade na sua terra natal. “Conquistar pela primeira vez um título e ainda por cima em casa, teve um grande significado para mim”, desvenda.

E, prossegue: “Foi graças ao meu esforço, da minha treinadora de sempre, e da minha mãe que me apoia incondicionalmente e acompanha-me a todo lado. Por isso, a vitória é para nós as três”.

A patinadora que tem feito toda a sua carreira no CSC Ribamar lamenta “a falta de apoios à patinagem artística” que dificulta o crescimento e o desenvolvimento da modalidade e revela, ainda, que para o próximo ano irá prosseguir os seus estudos na universidade e que o seu futuro profissional “não passará por estar ligada à patinagem artística”.

Já, a sua treinadora, a lourinhanense Patrícia Cardoso, destaca-nos que: “As figuras obrigatórios é a disciplina que a Leonor é mais forte”.

Antes da pandemia a patinadora ribameira sempre fez pódio distrital e participou em vários nacionais. De lá para cá, nem sempre foi possível preparar da melhor maneira as provas pelo que a atleta do CSC Ribamar só voltou a participar em campeonatos, em 2022, precisamente, em Ribamar.

“Este ano achámos que era a altura certa para a Leonor regressar ao seu mais alto nível e como comprovou a sua vitória, a nossa decisão foi assertiva”, sublinha a treinadora.

Patrícia Cardoso, continua: “Ela manteve uma postura calma no decorrer da prova e no geral, a sua prestação foi muito boa”.

Para finalizar, a técnica lourinhanense, adianta: “Para o nacional, vamos exactamente da mesma forma. Principalmente, queremos dar o nosso melhor. Tudo o que vier será gratificante porque estar no nacional já é por si só gratificante.”

Refira-se que, o CSC Ribamar, no final do presente mês de maio, irá estar presente no nacional de show e precisão, em Fafe.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo