FIQUE EM CASA COM... LILIANA ROQUE

"PREOCUPO-ME QUE MUITAS PESSOAS COMEÇAM A PASSAR NECESSIDADES"

De que forma a pandemia prejudicou a tua vida em termos sociais e familiares? - Penso que o que estou a sentir, a maioria dos Portugueses também sente. Somos um Povo de afetos e estarmos privados dos mesmo a mim custa-me imenso. No entanto, agradeço a Deus e ao Universo por os meus familiares e eu estarmos bem de saúde!  Até chegar esta pandemia não tinha muito tempo livre, agora tenho aproveitado a fazer o que mais gosto, caminhar, estar com os familiares diretos mais tempo, fazer trabalhos manuais...  Esta calamidade não trouxe só coisas negativas, veio dar-nos tempo para pensar o que é mais importante na vida para sermos felizes. Se tivesses 24 horas em que pudesses voltar à chamada vida dita normal, o que aproveitavas para fazer? - Se tivesse 24 horas em que pudesse voltar à dita vida normal, beijava, abraçava os meus pais e a minha sobrinha até me cansar... (Risos)  Aos meus de casa dou porque não saímos e vivemos juntos diariamente. Foi muito duro a minha sobrinha com três anos pedir-me beijinhos e abracinhos e eu ter de explicar que agora não podia ser. Como encaras esta calamidade? - Esta calamidade irá trazer muitas consequências negativas a vários níveis. A nível pessoal tenho vivido tranquila sem medo do virus, não sei explicar mas não entrei em pânico a pensar que poderei ficar doente. A nível do meu negócio fico preocupada mas tenho esperança que a pouco e pouco tudo volte ao normal. Preocupo-me de saber que muitas pessoas começam a passar necessidades. Estás confiante no futuro? - Estou com receio do futuro, vão haver muitas mudanças para todos, uns para melhor, outros pior. Vai demorar o seu tempo até tudo voltar à normalidade, no entanto, tenho aprendido por experiência própria, quando algo menos bom nos acontece não é por acaso, serve para nos ensinar, tornar mais forte e por vezes algo de melhor está reservado para nós. Pensar positivo para que tudo fique bem. Como tem sido o dia a dia da Óptica Roque desde que foi decretado o estado de emergência? - Esta calamidade não é favorável para a Óptica Roque, nem para nenhuma empresa. Tem estado fechada, não há consultas mas sendo do ramo da saúde atendo os clientes por marcação tendo as devidas precauções para o bem de todos. Iremos retomar a nossa atividade no próximo dia 11 de Maio mas continuando com algumas restrições. Sendo a Óptica Roque uma referência no concelho de Torres Vedras e não só... Que palavra deixas aos teus Clientes e Amigos? - Aos meus Clientes e Amigos gostaria de dizer obrigada de coração por confiarem no meu trabalho, no qual dou sempre o meu melhor. Obrigada por me ajudarem a fazer publicidade da loja, o que faz aumentar a minha carteira de clientes e a evoluir. Os meus clientes, amigos e familiares têm sido incansáveis para comigo. Estou muito, muito grata a todos! Sejam felizes e nunca percam a esperança que vai ficar tudo bem. E para quem ainda não teve o privilégio de vos visitar na Ponte do Rol? - Para quem nunca nos visitou, serão sempre bem recebidos se o quiserem fazer. Podem vir conhecer os nossos espaços (Óptica e Consultório), os nossos serviços, as parcerias e protocolos que temos.


157 visualizações

+351 917 777 418

  • White Facebook Icon

Segue-nos

Bairro Filomena, N° 7 B - 2530-806 Vimeiro