CAMPEONATO DE PORTUGAL: MARCOS DECIDE DÉRBI NA LOURINHÃ


O Municipal da Lourinhã voltou a receber um dos dérbis com mais tradição no Oeste.

Mesmo sem o calor humano, em virtude da malfadada pandemia, a partida que opôs Lourinhanense e Caldas teve emoção até ao apito final.

Duas equipas com objetivos diferentes no campeonato: os locais necessitados de pontos como de 'pão para a boca' para fugir aos últimos lugares da classificação e os visitantes que procuram cimentar a sua posição no grupo dos cinco primeiros para na segunda fase do campeonato discutirem o acesso à estreante liga 3.

O fosso pontual existente entre as duas formações não se fez sentir, até que... à passagem do minuto 59, um lance irrefletido de Ricardo desequilibrou o jogo. Um gesto 'grosseiro' (assoou-se literalmente em cima dum adversário) conduziu à sua expulsão.

Os pupilos de Ricardo Monsanto em inferioridade numérica tiveram dificuldade em suster a avalanche atacante da turma orientada por José Vala na reta final da partida.

Mais uma vez, o guardião Diogo Oliveira fez o possível e 'impossível' para tentar manter as suas redes invioladas mas, quando iam decorridos 88 minutos, Marcos traduziu a supremacia caldense da última meia hora do encontro.

Até final, mais com o coração do que com a cabeça os lourinhanenses tentaram acercar-se com perigo da área visitante colocando a incerteza no resultado até ao apito final.

Contas difíceis para as tropas de Ricardo Monsanto no que à luta pela manutenção diz respeito. Já, José Vala e os seus jogadores saem da Lourinhã com a certeza de terem dado mais um passo importante rumo à segunda fase do campeonato com vista ao acesso à liga 3.


Texto: Duarte Nuno Gomes

Foto: Magda Gama



67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

+351 917 777 418

  • White Facebook Icon

Segue-nos

Bairro Filomena, N° 7 B - 2530-806 Vimeiro