FUTEBOL PENSADO

RUI NARCISO

Treinador de Futebol UEFA Advanced grau 3

ruinarciso@gmail.com

Na sequência da entrevista dada ao site de “Amor à Camisola”, na abordagem da remodelação dos quadros competitivos nacionais, mas sobretudo no que diz respeito ao Campeonato Portugal, tal veio a acontecer.

Conforme a minha opinião e não por ela obviamente, a Federação Portuguesa de Futebol, alterou o quadro competitivo imediato e será ainda mais modificado em 2021/2022, indo ao encontro do que defendia à bastante tempo, no que diz respeito à ideia de base (uma divisão entre os escalões distritais e a 2ª Liga).

Se fiquei satisfeito com o novo quadro competitivo do futuro? Não na totalidade, pois uma 3ª Liga de Norte a Sul do país obrigará provavelmente a uma completa profissionalização de todos os intervenientes e é aí que me surgem as dúvidas. Será que isso é viável? Julgo que sim, desde que uma qualquer operadora de televisão, queira transmitir os jogos dessa Liga e pague também por esses mesmo direitos. Aí sim vejo a solução de 3ª Liga com pernas para andar. Caso isso não acontece veria como melhor solução a criação de duas séries, a subida do 1º classificado de cada série à 2ª Liga, baixando assim os custos dos clubes, inclusive com todos os intervenientes.

Ainda a acrescentar, pena tenho que a 3ª Liga não tenha sido criada de imediato ao invés de esperar mais uma época. Injustiças inevitáveis já as houve nesta época devido à pandemia que obrigou à não conclusão da competição e se assim teve de ser, parecia-me boa ideia proceder às alterações de imediato, criando os pressupostos necessários que uma 3ª Liga deverá de ter, como divisão de entrada ou mesmo já profissional.

Outra grande expetativa que surge, é para quando a definição das séries para os Clubes e ainda mais a data do início da competição. Data essa que deverá ser um grande desafio prever, pois a pandemia parece estar para ficar e os Clubes não tem qualquer forma de poder pedir isolamento em casa aos seus intervenientes (pois a larga maioria tem de sair também para trabalhar) e nem de fazer testes semanalmente. Logo talvez a criação imediata da 3ª Liga já pudesse proporcionar o arranque e ajudar a resolver a vida de muitas famílias que sobrevivem do futebol nesta divisão.

Na próxima época e olhando para o formato competitivo, serão oito séries de 12 Equipas o que levará a 22 jornadas numa primeira fase e onde a margem de erro na construção dos plantéis e no rendimento desportivo será muito reduzida, pois desde os apuramentos para objetivos motivantes ou à descida de divisão direta de quatro equipas em 12, terá de se fazer da competência uma arma em todos os momentos.

Que venha lá o mais rápido possível o futebol na sua total amplitude e para isso que se vá embora esta pandemia o quanto antes.

+351 917 777 418

  • White Facebook Icon

Segue-nos

Bairro Filomena, N° 7 B - 2530-806 Vimeiro